Olá, meus amores!

Hoje o vídeo é meio polêmico. Vamos falar sobre Anfótero (ou cocamidopropyl betaine, ou mais um milhão de nomes que ele tem). Por que o tema é polêmico? Porque vamos falar sobre comprar a matéria prima pura e misturar em condicionador para lavar o cabelo.

Contextualizando: esta prática é mais conhecida pelos adeptos às técnicas Low e No Poo. Estas consistem em não utilizar produtos capilares que tenham determinados componentes químicos, como sulfatos, petrolatos, óleo mineral e parafina líquida. O problema está num outro grupo de componentes químicos que chamamos de silicones insolúveis.

Acreditamos que, para remover petrolatos, óleo mineral e parafina líquida, precisa-se de sulfatos. Porém, os silicones insolúveis ser removidas também com anfótero, e não só com sulfatos. Assim, podendo-se usar anfótero, não precisamos necessariamente barrar os produtos que contenham os silicones insolúveis.

Os sulfatos, no caso de produtos capilares, está majoritariamente presente nos shampoos. Logo, se não podemos shampoos, o que podemos usar?

Depende. Se você fizer No Poo, você não usa silicones insolúveis, então pode lavar somente com condicionadores adequados para a lavagem. Mas, se você faz Low Poo, você pode usar silicones insolúveis, e a solução é usar produtos com anfótero para lavagem.

O anfótero, nessa prática, está mais presente nos shampoos sem sulfato. No entanto, o que você faz se, por exemplo, seu cabelo não se der com esse tipo de shampoo (como eu, por exemplo)?


Tooooda essa falação é para falar sobre a possibilidade de misturar o anfótero puro em um condicionador, para você que faz Low Poo não se restringir apenas ao shampoo sem sulfato. No vídeo eu explico exatamente como faço isso, e o que acho da prática.




Um dos vídeos que mais me ensinaram sobre este assunto foi esse. Recomendo a leitura, incluindo vários artigos científicos que o post aponta.


Então é isso, meus amores. Contem o que vocês acham do assunto aqui nos comentários.
Um beijo, e até mais!


Deixe um comentário