Olá, meus amores! Como prometido, sempre que terminar uma leitura, virei aqui comentar o que achei para vocês. Não sou especialista nem nada, são só minhas humildes impressões para talvez ajudar vocês que pensa em ler o livro em questão.

Uma breve sinopse sobre Cidades de Papel:

Quentin Jacobsen tem uma paixão platônica pela magnífica vizinha e colega de escola Margo Roth Spiegelman. Até que em um cinco de maio que poderia ter sido outro dia qualquer, ela invade sua vida pela janela de seu quarto, com a cara pintada e vestida de ninja, convocando-o a fazer parte de um engenhoso plano de vingança. E ele, é claro, aceita. 

Assim que a noite de aventuras acaba e um novo dia se inicia, Q vai para a escola e então descobre que o paradeiro da sempre enigmática Margo é agora um mistério. No entanto, ele logo encontra pistas e começa a segui-las. Impelido em direção a um caminho tortuoso, quanto mais Q se aproxima de Margo, mais se distancia da imagem da garota que ele achava que conhecia.


Vou começar dizendo que comprei este livro na esperança de John Green me surpreender positivamente, como em A culpa é das estrelas. Sinceramente, não gostei tanto. Tem uma pegada bastante diferente, não é romântico como em ACEDE; o romance é bem levinho, mal dá para saber que é uma história de amor (e talvez eu nem possa dizer que é mesmo). Não é também uma história que você se descabela para descobrir o que vem a seguir, mas é agradável e te mantém interessado pela história.

Mas não é por isso que não me agradei muito. A verdade é que achei a história fraca. O enredo não é nada muito complexo, e pra ser honesta, achei que a motivação da história inteira é bem difícil de engolir. Também não fiquei muito confortável com a leitura em si: é tudo meio filosófico, meio confuso, e você nunca sabe se está entendendo o que está acontecendo.

Outro detalhe a se chamar a tenção é que, diferentemente de A culpa é das estrelas, o filme não é tão fiel a história do começo ao fim. Eu até entendo, algumas mudanças de roteiro foram necessárias para ser mais fácil de compreender.


Então é isso, comentem o que vocês acham da obra.

Um beijão, e até a próxima :)


Deixe um comentário